MULTIUSO 20

Algumas espécies de ave comem em sua mão, sem lembrar do seu antigo caçador;

Algumas espécies de árvore crescem em seu jarro, transformando em amazônia uma pequena mesa ampla;

Alguns dos seus animais renunciam às suas presas, considerando fora de época o crescimento de seus dentes;

Nem mesmo querem saber, algumas das suas árvores, onde cairão os seus caroços desnudos!

Um homem anda só. Atento. Escuta uma voz que o declara detento.

DETENTO

Luiz Estrela

<><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><>><><><><>

seta gira…De tudo o que há no mundo … tem na feira de Caruaru  (Onildo Almeida/Luiz Gonzaga). Segura o tranco, galera. Em razão do atraso (já estou me reorganizando), este multiuso vai ser longo…

<><><><><><><><><><><><><><><><><><><><><>><><>

O tempo é o melhor autor: sempre um final perfeitoCharles Chaplin

O animal só existe no momentoO PAÍS DOS PONTEIROS DESENCONTRADOS, ele nada vê adiante; o homem vive no passado, no presente e no futuro – Denis Diderot

Algum dia, em qualquer parte, em qualquer lugar, indefectivelmente encontrarás a ti mesmo, e essa, somente essa, pode ser a mais feliz ou a mais amarga de tuas horas– Pablo Neruda

minha missão é a de matar o tempo, e a dele, por sua vez, a de me matar. Estamos bem entre assassinos– E. M. Cioran

O tempo erguerá o véu com o qual se cobre a astúcia– W. Shakespeare

sapatos, vela, ANO NOVO

FELIZ ANO NOVO!

DUAS DAS RAZÕES DO MEU SUMIÇO

painel, pedro

Árvore de natal, mandacaruNão me pergunte como, mas fui eu quem pintou o painel (gastei 06 litros de Tinner, desmanchando e fazendo tudo de novo). O que era quase branco ficou amadeirado com um toque de impressionismo. A árvore é mandacaru, mesmo. Notou no gavião, no bode e no sanfoneiro? Madeira (artesanato do sertão da Bahia)! Outra razão do sumiço é o computador (amanhã mesmo ele volta pro hospital).

DE QUEM?

A Isto É de 02set1981 fala do filme Pequenas Taras, seus diretor, personagens e até de Chico Buarque (com NÃO EXISTE PECADO DO LADO DE BAIXO DO EQUADOR). Mas não fala de quem é a linda mão com o copo:

pequenas taras Que crueldade!  O meu amor tem um jeito manso que é só seuLembrei de Marieta Severo cantando…

ARTE EM PEDRA

escalada nua a

escalada nua Bescalada nua cescalada nua, descalada nua 5escalada nua 4

Escalada Nua: http://www.ideafixa.com/escalada-nua/

ACABOU CHORARE

Novos baianos, revista POP, out1975 ANovos Baianos, POP, out 75, 2 São 02 matérias na revista POP de out/1975, auge da era hippie. A menor:

Novos baianos, nota da POP, outubro 75Novos baianos, nota da POP, outubro 75, BNovos baianos, nota da POP, outubro 75, C

novos baianos, acabou chorare

“DEU NA VEJA, DESCONFIE”1

Lembra dessa imagem, leitor:

rose-de-primo-pinturaVeja mais em MULTIUSO 19. Notou no detalhe vermelho (a Veja abaixo é de 1969)?

deu na vejatragédias na bahia, veja, 1969, 1tragédias na bahia 2, veja, 1969 , ENGARRAFAMENTOtragédias na bahia 3, veja, 1969

“DEU NA VEJA, DESCONFIE”2

Veja, o papa e lula, 22maio02, 2 Veja, o papa e lula, 22maio02, 2 - Cópia edição 1752, 22maio2002

“DEU NA VEJA, DESCONFIE”3

Veja, editorial Lula na capa, 22maio02

Veja, editorial lula na capa, 22maio02, 2

Maio/2002: tá notando o direitismo e o preconceito, leitor? Então, prepare-se: Veja e lula, 22maio02, ESTRATO 1 Lá vem pauseta AZUL gif p ESQ: vai-se se falar em corrupção e questão ética“, mas antes do famoso mensalão:

Veja e lula, 22maio02, ESTRATO 2 Veja e lula, 22maio02, ESTRATO 3 “…tematicamente o governo: PFL, PMDB, PSDB, PP e PTB. Com esse grupo, FHC mantinha sob seu comando uma força política capaz de aprovar qualquer projeto de lei. E mesmo assim (…)”  seta2 azul direitaAtenção, leitor: assim como o jurista Celso Bandeira de Melo diz hoje (sobre o julgamento do mais famoso mensalão, abaixo), a “direitista e reacionária” Veja já alertava em maio/2002 que o alvo das raposas do congresso seria o PT:

Veja e lula, 22maio02, ESTRATO 4 “…quisas qualitativas para orientar o ataque (“…) As pesquisas seta2 azul direitamostram também que (Êta, agora é que vem pau: “patrimônio moral inatacável“… ):

Lula, patrimônio moral, decente, honesto... Veja -22maio02patrimônio moral inatacável“… Honesto e decente“! Deu na Veja, desconfie ou não, leitor? Veja VOCÊ JÁ VIU ESSE FILME?, VOCÊ JÁ VIU ESSE FILME? – parte 2

Lula, patrimônio moral, decente, honesto... Veja -22maio02 - Cópia“DEU NA VEJA, DESCONFIE”4

E por que, afinal, assustava?

Veja e lula, 22maio02,por que o pt assusta 1

Veja e lula, 22maio02,por que o pt assusta 2

Mais ataque: Veja e lula, 22maio02, 1989 E 1994

Veja e lula, 22maio02, 1998 E 2002

Interessante, né? Não deixe de ver: UM OUTRO MUNDO É POSSÍVEL (“VEJA MENTE”), UM OUTRO MUNDO É POSSÍVEL (VEJA MENTE II), NO TEMPO DO “PIG” (“PARTIDO DA IMPRENSA GOLPISTA”)

“DEU NA VEJA, DESCONFIE”5

Veja, editorial a volta da democracia, chaves, 24abr2002, A edição 1748, 24abril2002

“DEU NA VEJA, DESCONFIE”6

lula, Veja, Color, português, capa amarela janeiro 1994

lula, Veja, Color, português

“DEU NA VEJA, DESCONFIE”7

Veja, propaganda da bahia dez13Veja, 25dez13, FELIZ 2014, governo Bahia Sobre “DEU NA VEJA, DESCONFIE”, veja EM DEFESA DE KLEBER SALAZAR

ESQUERDA CAVIAR 1

Como tudo de Ruy Castro, Chega de Saudade- a história e as histórias da Bossa Nova [SP, Companhia das Letras, 1990] é chega de saudade, Ruuy castro, o livroum livro, claro, cheio de histórias. No centro delas, João Gilberto & Cia. E neste Cia, um Brasil carioca de matar de saudade o atual. Foi uma pena eu só ter sentido o seu cheiro. Mas – politicamente, pelo menos – senti-o por inteiro, na Ufba que me trocou piso, parede, teto e porta (entre 1977 e 1988; veja eus, AÇOUGUE CULTURAL/MULTIUSO 2, SEÇÃO MULTIUSO, MARIVALDO BASTOS/MULTIUSO9, DAS FLORES E DOS FRUTOS, POR QUE VIREI À DIREITA (o livro. Ou quase), SEM MEDO DE SER FELIZ, 50 ANOS A MIL: A EPOPEIA DE LOBÃO-parte1, MULTIUSO11…:

CHEGA DE SAUDADE, rUY cASTRO, CPC, CARLINHSO YRA, FL 261 - 1

CHEGA DE SAUDADE, rUY cASTRO, CPC, CARLINHSO YRA, FL 261, 2

Notou no “Coca-Cola“?

ESQUERDA CAVIAR 2

coca-cola 1

coca-cola4cocola-cola 3Cada uma dessas propagandas de página inteira encontra-se, junto a textos altamente anti- capitalistas E anti-imperialistas, na revista Caros Amigos (veja a capa em “QUEM JULGOU FOI A IMPRENSA“, abaixo). Um dos textos da publicidade é:

coca-cola2O impossível é uma questão de tempo” (Alberto Saltiel, O PAÍS DOS PONTEIROS DESENCONTRADOScitado em O PAÍS DOS PONTEIROS DESENCONTRADOS, de  Flávio Moreira da Costa- RJ, Editora Agir, 2004), ou não, leitor? NADA É TUDO, né? Nada é essa coca-cola toda. Mas,  pelo menos, A propaganda fala em “maketing responsável, né?

“ESQUERDA CAVIAR 2

Lembra de Luiz Felipe Pondé (GUIA POLITICAMENTE INCORRETO DA FILOSOFIA (o livro. Ou quase), POR QUE VIREI À DIREITA (o livro. Ou quase), CONTRA UM MUNDO MELHOR), leitor? E do Colégio Militar (veja A VERDADE PUNIDA (e aí, Ministro LEWANDOWSKI?))? Pena não ser para todos, né? É um colégio de elite: na qualidade (dizem ser até melhor do que muitos privados) e na restrição ao acesso. Mas, pago pelo público. E quem sai de lá, preto ou branco, rico ou pobre, sai com direito a cota. Lindo, né? Mas, que liberal ou revolucionário de esquerda ousaria contestar tal direito democrático? ESQUERDA CAVIAR 1, o livro ESQUERDA CAVIAR 1, FL.287 ESQUERDA CAVIAR 1, FL.287 - B ESQUERDA CAVIAR 2, fl.311, A ESQUERDA CAVIAR 2, fl.311 B ESQUERDA CAVIAR 3,fl. 312. novo jpg Sobre Yoani: BEM VINDA, YOANI, A RODAVIVA DE YOANI- parte1, A RODAVIVA DE YOANI- parte2. Lembremos, aliás, que:

Mais em POR QUE O TJ DEVE REVER A DECISÃO, ESTRATÉGIA DE DEFESAVIVA A CORRUPÇÃO!…; 

ESQUERDA CAVIAR 3

Já ouvi 02 vezes a gravação do CAFÉ COM MÁRIO KÉRTZ, sobre ACM (não encontrei áudio). Pedacinho:

acm e fidel“…Você já pensou como os comunistas da Bahia vão ficar putos? Eu indo a Cuba, sendo recebido por Fidel?…”

http://www.metro1.com.br/cafe-com-mk-inauguracao-do-ddi-brasil-cuba-deixou-sarney-enciumado-de-acm-10-40501,noticia.html

http://www.portalvilas.com.br/noticias/84-entrevistas/17990-cafe-com-mario-kertesz-relembra-a-vida-do-senador-acm.html

Eu mesmo fiquei. Os bobos de esquerda são tão bobos, né? Já os sabidos, tão sabidos! Uma das melhores consequências de a “esquerda” (inclusive o PT) ter chegado ao poder (no mundo) foi a sua desendeusação (desmistificação). Hoje, qualquer jovem sabe que política (do tostão ao milhão) é negócio (cálculo, plano,  futuro…), não coração. Concorda, leitor? Logo, uma coisa é um jovem ver no partido (ou no sindicato) a grande chance da sua vida… a grande chanceOutra, é abdicar dos seus primeiros planos, acreditando (de verdade) que o importante seja o coletivo, não o individuo… (veja O PLIN-PLIN E A VERDADE!O DIA EM QUE A CARTA CAPITAL DEU UMA DE VEJA, VOCÊ JÁ VIU ESSE FILME? – parte 2, EM DEFESA DE KLEBER SALAZAR…). Só que, no socialismo real, o importante foi o indivíduo, mesmo (do poder)… Voltemos ao caviar: fala-se no café com MK que:

  • a chegada do então Ministro das Comunicações (ACM) a Cuba foi um estardalhaço no jornal e na TV locais;
  • lá pelas 10 da noite, chega um Jeep no hotel. Fidel e ACM se encontram, e o jantar entra pela madrugada, numa mesa que o entrevistado Fernando Vita diz não ter visto antes;
  • ACM passou a receber, regularmente, caixas de sorvete e charuto da socialista Cuba (PC Farias, também, né? Veja CABA NÃO, MUNDÃO).

Pode haver algum exagero aí, né, leitor? Mas:

  1. em STALIN, a corte do czar vermelho (S. Paulo, Cia das Letras, 2006), Simon Sebag gasta um bocado de página falando dos bons bocados de Stalin, que também varavam noites… Diz até que “…Stalin tinha sua própria ‘reserva stalinorganizada de suprimentos econômicos, com 20 refrigeradores […] e três fazendas – uma de gado, uma de frangos e uma de verduras’, mais duas padarias especiais, com equipe de confiança capaz de produzir 850 quilos de pão por dia…” (fl. 551). Veja mais em STALIN, MAO, FIDEL (e ERENICE);
  2. Mao, piscina, arroz, fl. 12, I

Mao, piscina, arroz, fl. 12, II Mao, piscina, arroz, fl. 12, III MAO, A HISTÓRIAmao a história DESCONHECIDA (John Hallyday e Jung Chang; CIA DAS LETRAS, tradução de Pedro Maia Soares, SP, 2006, fl. 412), Ainda bem que não era uma vidinha pequeno burguesa qualquer, né, leitor? Veja, também: NADA É TUDO, A GUERRA QUE ELES NÃO PODEM PERDER, DICIONÁRIO AMOROSO DA AMÉRICA LATINA, FASCISMO DE ESQUERDA (o livro), VOCABULÁRIO DE IDEIAS PASSADAS, CISNES SELVAGENS, A VINGANÇA DE MARX

NA CARNE CRUA

Cult-186-CAPA, safatle

CULT, VLADIMIR sAFATLE 1

CULT, VLADIMIR sAFATLE 2CULT, VLADIMIR sAFATLE 3

CULT, VLADIMIR sAFATLE 4

seta AZUL gif p ESQVladimir Safatle é filósofo, professor da USP, militante do PSOL/SP e colunista da Folha de S. Paulo. Veja, também: 1994, IDÉIAS PARA UMA ALTERNATIVA DE ESQUERDA… (o livro)

BRIGANDO COM OS FATOS 

por Zuenir Ventura

…Pesquisa do Datafolha revelou que a aprovação de Dilma cresceu para 41% em todos os cenários. O mesmo instituto, em outro levantamento, descobriu que para 86% dos brasileiros o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, agiu bem ao mandar prender os mensaleiros. E mais: entre os entrevistados que se declararam simpatizantes do PT, 87% expressaram a mesma opinião (…)  a cúpula petista, ao contrário da base, procura desmoralizar o julgamento do STF, acusando-o de facciosismo, como se os membros daquela corte tivessem algum interesse em contrariar aqueles a quem devem o cargo, já que oito foram nomeados por Lula ou Dilma(…)

VEJA, OS SETE DIAS QUE ABALARAM..., PT, OPORTUNISTAS1

O líder do PT na Câmara, José Guimarães, irmão de José Genoíno, chegou a comparar a ação do judiciário de agora com as da época da ditadura. Imagina.

Em meio a tanto destempero, felizmente destacou-se a coragem de uma voz dissonante, a de Olívio Dutra, um dos fundadores do PT, ministro das Cidades no primeiro governo Lula e ex-governador do Rio Grande do Sul.

Contrariando a opinião majoritária da direção do partido, ele defendeu a prisão dos companheiros condenados e afirmou em entrevista que não crê que o julgamento do mensalão tenha sido político. “Funcionou o que deveria funcionar. O STF julgou e a Justiça determinou a prisão; então, cumpra-se a lei.”

Ressaltando o seu respeito à trajetória política de José Dirceu e José Genoíno, ele advertiu que, no entanto, a bela história de “combate à ditadura militar não abona condutas ilícitas”. Ele quis chamar a atenção de seus correligionários para o fato — e com este não adianta brigar — de que o que estava sendo julgado era o presente. E o passado, como se sabe, pode condenar, mas não absolver.

Zuenir Ventura

na íntegra: http://oglobo.globo.com/pais/noblat/posts/2013/12/04/brigando-com-os-fatos-por-zuenir-ventura-517103.asp

Olívio Dutra: http://jcrs.uol.com.br/site/noticia.php?codn=140424

Mais em SEM MEDO DE SER FELIZ“O BRASIL NÃO COMEÇOU COM O PT” (Jaques Wagner), A RODAVIVA DOS INFRIGENTES, UM OUTRO MUNDO É POSSÍVEL (VEJA MENTE II), UM HEROI, TRÊS PÉROLAS, NO TEMPO DO “PIG” (“PARTIDO DA IMPRENSA GOLPISTA”)

CAROS AMIGOS :”QUEM JULGOU FOI A IMPRENSA”

CAROOS AMIGOS, CAPA CELSO BANDEIRA caros amigos, CELSO BANDEIRA DE MELO A Caros Amigos acima é a última (dez/13), leitor. E Celso Bandeira de Melo é o conhecido jurista que até eu já li. Pontos principais da entrevista:

  • “impeachment do presidente do STF”, Joaquim Barbosa (pela “…supressão do duplo grau de jurisdição e pela inversão do princípio de que alguém é inocente até que se prove o contrário…“)- fl. 14;
  • José Dirceu teria sido condenado sem qualquer prova contra ele- fl. 14;
  • a teoria do domínio do fato não se aplica ao caso- fl. 15;
  • “a exceção foi o ministro Ricardo Lewandowski, que enfrentou tudo com coragem, serenidade e competência jurídica…- fl. 15;
  • “…a grande imprensa é a porta-voz do pensamento das classes dominantes, e, além disso, instrumento de manipulação das classes dominadas…”- fl. 15;
  • “… o Lula poderia dizer: ‘olha a porcaria de indicação que esse cara me fez’ (…) ele ficou revoltado até…”- fl. 16;
  • “…Mas a polícia no Brasil é uma lástima, e não porque queira ser, mas porque recolhe o material humano dela, não os delegados, no mesmo lugar de onde vêm os bandidos. A diferença entre um bandido comum e um investigador é que um tem a carteirinha funcional e o outro não tem. Eles vêm da mesma extração social…”- fl. 17.

Já pensou uma pérola dessa na boca de um “inimigo” de Lula (uma  Veja, por exemplo), leitor? Com relação ao velho  IMPRENSA/CLASSE DOMINANTE, veja  O POVO NÃO É BOBO, ABAIXO…, AMORAL DA HISTÓRIA, PARABÉNS, VEJA!, PARABÉNS, VEJA 2 , DESCANSANDO, SALVADOR TEM JEITO: CARA DE PAU PRA PREFEITO!, EM DEFESA DE KLEBER SALAZAR, OS PROFISSIONAIS E OS AMADORES… UM POUCO DE MEMÓRIA DE QUANTO O PT ERA OPOSIÇÃO,  SEM MEDO DE SER FELIZ, NO TEMPO DO “PIG” (“PARTIDO DA IMPRENSA GOLPISTA”) e, sobretudo: ARQUITETOS DO PODER, UM OUTRO MUNDO É POSSÍVEL (“VEJA MENTE”)UM OUTRO MUNDO É POSSÍVEL (VEJA MENTE II)

COTAS PARA NEGROS: POR QUE MUDEI DE OPINIÃO

seta2 azul direitaOpinião do editor: como só creio em esforço e oportunidade, trocaria as cotas por uma escola pública do nível e da seriedade dos colégios militares (veja ESQUERDA CAVIAR 1). E, juntas e misturadas, distribuição de renda e cobrança por resultado. Mas o texto abaixo é, pelo menos, tocante:

“…Quem procurar meus artigos, verá que no início era contra as cotas para negros, defendendo – com boas razões, eu creio – que seria mais razoável e menos complicado reservá-las apenas para os oriundos de escolas públicas. Escrevo hoje para dizer que não penso mais assim. As cotas para negros também devem existir. E digo mais: a urgência de sua consolidação e aperfeiçoamento é extraordinária (…)  E meu melhor argumento para isso é o aquele que me convenceu a trocar de lado: “passar um dia na cadeia” (…)

.cotas…conheço outros heróis, negros, que chegaram longe, como Benedito Gonçalves, Ministro do STJ, Angelina Siqueira, juíza federal. Conheço vários heróis, negros, do Supremo à portaria de meu prédio.

Apenas não acho que temos que exigir heroísmo de cada menino pobre e negro desse país. Minha filha, loura e de olhos claros, estuda há três anos num colégio onde não há um aluno negro sequer, onde há brinquedos, professores bem remunerados, aulas de tudo; sua similar negra, filha de minha empregada, e com a mesma idade, entrou na escola esse ano, escola sem professores, sem carteiras, com banheiro quebrado. Minha filha tem psicóloga para ajudar a lidar com a separação dos pais, foi à Disney, tem aulas de Ballet. A outra, nada, tem um quintal de barro, viagens mais curtas. A filha da empregada, que ajudo quanto posso, visitou minha casa e saiu com o sonho de ter seu próprio quarto, coisa que lhe passou na cabeça quando viu o quarto de minha filha, lindo, decorado, com armário inundado de roupas de princesa. Toda menina é uma princesa, mas há poucas das princesas negras com vestidos compatíveis, e armários, e escolas compatíveis, nesse país imenso (…)

não acho justo nem honesto que lá na frente, daqui a uma década de desigualdade, ambas sejam exigidas da mesma forma (…)

Para quem é contra, com respeito, recomendo um dia “na cadeia”…”

William Douglas, juiz federal (RJ), mestre em Direito (UGF), especialista em Políticas Públicas e Governo (EPPG/UFRJ), professor e escritor, caucasiano e de olhos azuis. na íntegra: http://www.pciconcursos.com.br/comopassar/as-cotas-para-negros-por-que-mudei-de-opiniao

A PORTA DE SAÍDA

“O Bolsa Família, título que Lula deu ao conjunto de programas sociais herdados do governo FHC, completou dez anos de êxito. Na realidade, ao longo de mais de duas décadas, os programas de transferência condicionada de renda têm sido uma experiência vitoriosa em todo o mundo, embora sujeita a erros de interpretação. Um deles é rotulá-los de assistencialistas; outro é achar que criar empregos é a porta de saída para eliminar a dependência do benefício.

Tais programas começaram a ser pensados nos anos 1970, quando se provou a correlação positiva entre educação, produtividade e crescimento econômico. Este é maior quanto menor for a pobreza (…)

a porta de saída bola família, mauison da nóbregaA ideia inicial era assegurar uma renda mínima às famílias pobres. O pioneiro foi o economista americano Milton Friedman (1912-2006). um conservador. Mais tarde, evoluiu-se para condicionar a concessão do benefício à obrigação de pôr os filhos na escola e de levá-los aos postos de saúde para vacinação e outros cuidados. No Brasil, o programa surgiu em 1995, em Campinas e no Distrito Federal. Depois se espalhou por outros locais. No período FHC, recebeu o apoio federal. Ficou conhecido como Bolsa Escola.

 A área acadêmica se interessou pelo assunto. Foi o caso do economista José Márcio Camargo, professor da PUC-Rio. Ele mostrou que as famílias pobres dependiam do trabalho dos filhos para sua própria sustentação. As crianças não iam para a escola e por isso seriam os pobres de amanhã. E assim sucessivamente. José Márcio defendeu uma versão ampliada do Bolsa Escola, o que permitiria reduzir drasticamente a pobreza e a desigualdade. O círculo vicioso se interromperia. As famílias “receberiam” para retirar os filhos do trabalho e colocá-los na escola. José Márcio escreveu um texto com Francisco H.G. Ferreira que propunha a unificação dos programas existentes (o Bolsa Escola e outros como o Vale-Gás). O estudo, que deve ter inspirado o Bolsa Família, está no endereço http://www. econ.puc-rio.br/pdf/td443.pdf.

Além de ideias para evitar fraudes e desperdícios, o estudo abordava formas de assegurar a oferta de serviços públicos de saúde e educação. Lula tinha outra proposta, a do inviável Fome Zero, mas, a exemplo do que fizera em relação à gestão macroeconômica de FHC, resolveu manter os programas herdados e ampliá-los. Sábia decisão. Infelizmente, ainda não foi possível prover educação de qualidade às crianças abrangidas pelo programa.

O Bolsa Família atende 13,8 milhões de famílias ao custo relativamente baixo de 0,5% do PIB. Contribuiu para reduzir a pobreza e a desigualdade. Se receberem educação de qualidade, as crianças beneficiadas pelo programa se tornarão adultos capazes de chefiar famílias livres da pobreza. Por isso, esse é o único programa social autofágico.

Uma das consequências positivas do programa é permitir às mães abandonar o mercado de trabalho e dedicar-se aos seus filhos. Elas recebem os pagamentos mensais e gerenciam as despesas familiares. Assim, caiu a oferta de empregadas domésticas, o que é um bom sinal. Erra quem pensa que isso é ruim. O programa acelerou a transição natural observada em outros países, nos quais o acesso à educação permitiu às mulheres disputar melhores postos de trabalho, diminuindo o universo das que buscavam o emprego doméstico. A menor oferta provocou o aumento dos respectivos salários.

O Bolsa Família não é assistencialista. Seu objetivo é assegurar que as próximas gerações das famílias assistidas não sejam pobres. Quanto à saída, esta não é o emprego, pois os pais não têm habilitações para preencher as respectivas vagas. Tenderão a permanecer em trabalho de menor remuneração. A saída é preparar as crianças para futuramente disputarem o mercado de trabalho, o que exige o cumprimento da condicionalidade básica do programa, isto é, mantê-las na escola. Sem isso, a pobreza continuará a reproduzir-se e se terá garantido apenas uma renda mínima sem ascensão social das famílias. O desafio é a educação de qualidade.

MAILSON DA NÓBREGA, Veja, 11dez13

Anúncios
Esse post foi publicado em e-mail sindjufe, machadodeachismo, oxigênio, resenha. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s