NO TEMPO DO “PIG” (“PARTIDO DA IMPRENSA GOLPISTA”)

antes da matéria - Cópia

22/nov. LIBERDADE PARA OS PRESOS POLÍTICOS, JÁ!

VALÉRIO PRESO POLÍTICO“…A Ação Penal 470 é alvo de uma curiosa narrativa emanada do PT: os implicados no esquema são “presos políticos” injustiçados, nos casos de dirigentes do partido, mas presos comuns condenados por crimes de corrupção, nos casos dos operadores financeiros do mensalão…”

na íntegra: http://oglobo.globo.com/opiniao/valerio-braco-erguido-punho-cerrado-10824486 

21nov. PARTIDO DA CLEPTOMANIA DO BRASIL III

“…Hoje José Dirceu e José Genoíno não estão nas matas do Araguaia, em aparelhos clandestinos de Rio e São Paulo, bunda, horário políticonão passam agruras nas masmorras do DOI-CODI ou intentam retornos do exílio cubano. Compartilham uma ala do semi-aberto no Complexo da Papuda, em Brasília, arrolados na mesma Ação Penal com um homem da tropa de choque de Collor, banqueiros, publicitários com agências duvidosas e estão respondendo por formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e corrupção. Como dói escrever isso.”

http://oglobo.globo.com/pais/noblat/posts/2013/11/20/a-acao-penal-470-a-derrota-da-esquerda-por-bruno-lima-rocha-515709.asp

21nov. COMENTÁRIOS AO TEXTO “COM A PRISÃO DE GENOINO E DIRCEU, FECHA-SE UM CICLO (na Carta Capital):

comentário, carta capital, Maria

comentário, carta capital, Estrela

(não publicado)

comentário C. capital II

20nov. DUAS CAPAS 

capa da veja da semanacapa Carta-Capital

E UM EDITORIAL

VEJA, EDITORIAL 20NOV13 IVEJA, EDITORIAL 20NOV13 IIVEJA, EDITORIAL 20NOV13 III

UM OUTRO MUNDO SEMPRE É POSSÍVEL, né, leitor?  PARABÉNS, VEJA.

…………………….NO TEMPO DO “PIG” (“PARTIDO DA IMPRENSA GOLPISTA”)

pigHoje, ele é chefe do PARTIDO DA IMPRENSA GOVERNISTA (veja O FIM DO BLOG DO PANNUNZIO/DAS FLORES E DOS FRUTOS), mas já foi do outro “PIG“. Veja como a Imprensa Burguesa é interessante, e como o mundo dá volta, leitor:

reinaldo azevedo, PHA, lula 2“Quando leio a indignação de Paulo Henrique Amorim com a prisão dos “fundadores” do PT (post acima), sou obrigado a acionar a memória. Quando o vejo afirmar, em tom de ironia, que “ainda não foi possível mandar prender Lula”, tenho de observar que quem tentou mandar Lula para a cadeia foi… Paulo Henrique Amorim, como já demonstrei aqui.

Quem vê ou lê o hoje ultrapetista, ultragovernista, ultraesquerdista e ultralulista Amorim não diria que, na campanha eleitoral de 1998, ele foi um implacável algoz de Lula.  Era o chefão do Jornal da Band e liderou uma verdadeira campanha contra o então candidato petista à Presidência, que disputava o cargo pela terceira vez. Lula teve de recorrer à Justiça e ganhou direito de resposta. Vejam uma das reportagens contra Lula (… )

Os três vídeos tratam do famoso triângulo entre um veículo ômega, um cobertura e um advogado e comadre de Lula (veja  VOCÊ JÁ VIU ESSE FILME?  e VOCÊ JÁ VIU ESSE FILME? – parte 2). PHA e o Jornal da Band “perseguem” um bocado… (eu vi tudo, na época)

PHA1

Continua Reinaldo Azevedo, na sua “reacionária” realidade:

“…Na reportagem acima, Amorim já informa que Lula ganhara na Justiça o direito de resposta. O vídeo é significativo porque o agora ultrapetista, ultragovernista, ultraesquerdista e ultralulista faz uma reconstituição de sua denúncia. O esforço da investigação de Amorim buscava demonstrar que o apartamento de cobertura em que morava (e mora) Lula era fruto de uma maracutaia envolvendo Roberto Teixeira, seu compadre, e o dono da construtora que levantou o edifício, que teria obtido um benefício ilegal na Prefeitura de São Bernardo quando o petista Djalma Bom era o prefeito. Existe o vídeo em que este incansável perseguidor da verdade apresenta a reportagem específica, contra Teixeira. Vocês terão a chance de vê-lo também.

pha, ômegaOs filmes demonstram que Amorim pode mudar de opinião sobre o objeto de seus afetos e ódios, mas não muda o estilo. Em 1998, Lula era um pato manco. FHC o venceu pela segunda vez no primeiro turno. O PT tinha feito a besteira de combater o Real — do qual Amorim era, obviamente, um grande admirador. Mas também é o caso de louvar a coerência do Colosso de Rhodes do jornalismo: ele nunca muda de lado! É sempre governista e não abre mão de ser implacável com quem está fora do poder (…)

Atenção! Não há um só — e a Internet está aí, aberta à pesquisa pha, cadeia sucessória, rolo— desses governistas fanáticos que não tenha sido governista fanático em qualquer tempo. E isso inclui o passado mais remoto, o regime militar. Nesse particularíssimo sentido, são todos mais espertos do que este escriba. Como comecei cedo na militância política, fui crítico de todos os governos, de Geisel pra cá. Ontem, o alvo era Lula — um representante da oposição. Hoje, os alvos são outros: os que ele considera adversários do PT.

(…) Lula ganhou direito de resposta e responde a Amorim.

pha, sonegação fiscalpha, lula responde.png 2

Fala em “LEVIANDADES” e “ACUSAÇÕES IRRESPONSÁVEIS… DO JORNALISTA“…, diz que “…FELIZMENTE A JUSTIÇA ME DEU A OPORTNIDADE DE VIR AQUI DESMASCARAR TODA A MENTIRA DO JORNAL DA BAND…” e acrescenta: “… Eu sou filho de uma mulher nordestina que veio pra S. Paulo com 08 filhos fábio, filho de lula, gamecorpsagarrados no rabo da saia. Ela morreu de câncer, mas deixou um legado sagrado para os filhos: nunca perder o direito de andar de cabeça erguida. Isso pra mim é um valor inestimável que eu tento sempre passar para os meus filhos… A quem me acusou levianamente, estou processando civil e criminalmente… Sou um lula, collorhomem de mãos limpas que conquistou a duras penas o direito de andar de cabeça erguida no Brasil. Nunca vou abaixar a cabeça para ninguém, em nenhum momento…

Em seguida, o âncora PHA diz que “Jornal da Band vai procurar os documentos que o candidato não quis lhe entregar…” e apresenta outro documento (parecia o PIG “golpista”). Sgue Reinaldo Azevedo:

“(…) Lula reclama do que considera ataque injusto contra ele, construído com inverdades. E como faz isso? Pontuo alguns momentos.

1min – Notem que ele sugere saber alguma coisa sobre a vida pessoal de Fernando Henrique Cardoso, mas, generoso que é, decidiu não usar na campanha. Nota: se a denúncia de Paulo Henrique Amorim tivesse fundamento, não se tratava de problema pessoal coisa nenhuma!

2min29s – Lula saca o argumento que ficou internacionalmente conhecido por “Minha mãe nasceu analfabeta”. Usa, para não variar, a sua origem humildade como atestado prévio de honestidade. O que é, evidentemente, uma mistificação.

3min08s – Vejam ali o chefão do PT, o partido dos dossiês, a reclamar que os jornalistas não pensam na sua família, nos seus filhos, que vão à escola. Quando foi que os petistas levaram isso em consideração? PAULO HENRIQUE AMORIM, PIG, GURGELSempre moeram a reputação dos adversários sem piedade.

4min – Para se defender, Lula sai atacando o governo FHC e saca a denúncia estupidamente mentirosa sobre o Proer. O homem que reclamava das injustiças de que era vítima atacava o muito bem-sucedido programa de reestruturação de bancos, que preparou o país para enfrentar crises. Anos depois, na Presidência, dado o estouro da bolha nos EUA, o Apedeuta sugeriu a Obama que adotasse o… Proer!

4min30s – Ataca a imprensa, que acusa de privilegiar o candidato do governo. Expoente hoje do jornalismo chapa-branca e “de alma marrom”, segundo Agamenon, Paulo Henrique acusa a imprensa de privilegiar os candidatos da oposição…

5min25s – Lula anuncia que vai processar seus acusadores. Não sei no que deu o processo. Se descobrir, eu conto.

 A ética de Amorim Vocês sabem que  Amorim resistiu a cumprir o acordo judicial em que se obrigava a publicar, sem comentários adicionais, uma retratação em que reconhecia a idoneidade do jornalista Heraldo Pereira. Muito bem! Vejam, a partir de 6min19s, o que o valente faz com o direito de resposta paulo_henrique_amorim_heraldo_pereirade Lula. Encerrado o pronunciamento do outro, sem nem um intervalo, ele reitera as denúncias e ainda acrescenta supostos elementos novos.

Vale dizer: ele decidiu cumprir, muito à sua maneira, a decisão judicial. É evidente que jornalistas e veículos não são obrigados a gostar do direito de resposta nem precisam se calar depois dele. Mas há um modo ético de conduzir a questão. E, evidentemente, não é esse.

Cumpre um esclarecimento: Amorim era fanaticamente antilulista em 1998, mas não trabalhava para o governo FHC. Certamente a Band, a exemplo de todas as emissoras, tinha anúncio de estatais, mas o Colosso de Rhodes não contava com patrocínio pessoal de empresas públicas. A prática, como se conhece hoje, é criação do lulo-petismo — foi uma das inovações do modelo petista de comunicação.

Lula pedia mais responsabilidade da imprensa. Hoje, com dinheiro público, seus áulicos fazem o que se vê. E Amorim se tornou seu amigo desde pequeno.

Por Reinaldo Azevedo

I like the bourgeois press and the right, and you, reader? Veja a matéria completa e os vídeos em:

IMPOSTURAS 2 – QUANDO PAULO HENRIQUE AMORIM TENTOU MANDAR LULA PARA A CADEIA

Anúncios
Esse post foi publicado em machadodeachismo, oxigênio, resenha. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s