Arquivo do mês: setembro 2010

AÇÃO JUDICIAL? ANTES DO INQUÉRTO?

  Onde foram parar os nossos pelo menos quase 600.000 (seiscentos mil)?  Os diretores do Sindjufe não sabem, e o inquérito policial que deveria localizá-los encontra-se preso nas malhas da burocracia do Estado, segundo a própria diretoria (veja O SHOW LULA (texto) … Continuar lendo

Publicado em e-mail sindjufe, machadodeachismo | Deixe um comentário

MAIS PREJUÍZO: R$ 93.598,70. ATÉ QUANDO?

 Lembram dos MAIS DE MEIO MILHÃO? O buraco parece não ter fundo.  Você deve estar lembrado que a diretoria do Sindjufe não se manifestou sobre o  desafio a ela (ou a quem interessar possa) lançado: apontar  os erros que, segundo as três importantes  ex-diretoras que … Continuar lendo

Publicado em e-mail sindjufe, machadodeachismo | Deixe um comentário

ILUSÕES PERDIDAS

 Infelizmente, só agora percebi que a última versão da resenha FASCISMO DE ESQUERDA (prometida para hoje, sábado) ficou no computador em reparo. Foi, realmente, muita desatenção minha, já que se tratava, digamos, da matéria de capa. O que fazer? Estariam as ilusões todas perdidas? Estas não: segunda, 13/09, lá … Continuar lendo

Publicado em e-mail sindjufe, machadodeachismo | Deixe um comentário

É NA PRESSÃO ou ME ENGANARAM?

Texto republicado hoje (27/11/14), seguindo a determinação judicial  abaixo: veja PEDIDO E DENÚNCIA Para refrescar ainda mais a sua memória:  DESVIO NO SINDJUFE É DE BEM MAIS DE MEIO MILHÃO!, MAIS PREJUÍZO: R$ 93.598,70. ATÉ QUANDO?, É NA PRESSÃO ou ME ENGANARAM?, O ZIGUE-ZAGUE DAS PALAVRAS, FERVIDOS E MAL PAGOS?… … Continuar lendo

Publicado em e-mail sindjufe, machadodeachismo | Deixe um comentário

MULTIUSO 3

UM JUIZ MUITO LOUCO e O PODEROSO CHEFÃO III É uma comediazinha do tipo zero a zero. Tanto que não há quase nada sobre ela nos canais especializados (http://www.adorocinema.com/filmes/juiz-muito-louco/). Mas há o charme e a beleza de Jill Clayburgh, a … Continuar lendo

Publicado em machadodeachismo, oxigênio | 1 Comentário

PARTIDO DA CLEPTOMANIA DO BRASIL

 Desde 1500, o Brasil  é um grande negócio.  Diz-se grande quando se conjugam, ao mesmo tempo, baixo risco e alta lucratividade. E é aí que a política real brasileira (não apenas a oficial!) é muito atrativa. Em toda ela, do tostão ao milhão, imperam um pensamento … Continuar lendo

| Deixe um comentário