AMORAL DA HISTÓRIA

18abr.O político é um gaiato que prefere a versão ao fato“- Millôr.

17abr. ferreira gular, vejaVeja 04abr12. Veja mais em  CABA NÃO, MUNDÃO

16abr. Vocês não têm o que fazer não, galera? 05:15h da manhã e já 20 visitas? Agora, esse O POVO NÃO É BOBO, ABAIXO… Sempre lá, né? Por que, meu deus? English is waiting for me. Bye.

15abr. …a menina dos olhos da constituição é a democracia (…) O Judiciário, ele ayresdeve estar na vanguarda, e não na retaguarda do saneamento dos nossos costumes. Esses princípios do controle, da transparência, da visibilidade, devem ser exigidos e praticados pelo Poder JudiciárioMinistro Ayres Brito, um ex-militante do PT (segundo a Carta Capital). Veja esta entrevista, leitor: http://www1.folha.uol.com.br/poder/poderepolitica/1076039-se-passar-de-junho-mensalao-pode-ficar-para-2013-diz-ayres-britto.shtml

14abr. Esqueci do detalhe: O ADVOGADO  do ex-DEM Demóstenes Torres é o mesmo do DO EX-MINISTRO ORLANDO SILVA, Sarney, Renan, Dirceu, etc, etc, etc. Deve ser um bom profissa, né? Ou os crimes são parecidos?

E a ENQUETE5,  galera? Parou por quê?

…………………………………AMORAL DA HISTÓRIA

Gozado título, né, leitor? Não é a cara dele? Eu não assisti, mas AMORAL DA HISTÓRIA foi uma série do canal Multishow que, dizem, saudou a obra de Millôr Fernandes. Millôr – você sabe – foi aquela figura cuja alma deu a bunda até para a História. Ainda que mal pergunte, que poder “socialista” – o que mais compromisso com a ideia de ética, liberdade e democracia deveria ter tido – admitiria uma foto dessa?

Calma, leitor: eu disse a foto, não o evento (o evento, nem pensar, né?). Pois, ela estava, bem grande, em 30 de março, nA Tarde, jornal conservadorConservador?  Sim, como todas as peças de qualquer sistema, sobretudo os com especial devoção por si mesmos. Lembra de Gorbachev (veja TUDO PODE DAR CERTO?)? Quando ele tentou sacudir a árvore soviética para livrá-la dos seus galhos secos, sem querer a derrubou. Não foi? Tava seca, COITADA! As razões fundamentais da autocracia (seus anseios e lucros) a secaram (cuidado com o seu voto, viu?). Dúvida?

Olhe para o poder público brasileiro, leitor (ou eleitor?). Nenhum no mundo socialista conhecido jamais esteve tão cercado por legislação, institucionalidade, poder fiscalizador, judiciário Quarto Poder (imprensa), este o canal mais direto entre sociedade e estado. Mesmo assim, pelo óbvio fato de ainda sermos uma sociedade entre a casa grande e a senzala, o bicho (Estado Brasileiro) é um dos maiores sumidouros de grana e vergonha do mundo. Não é? Pena você não se sentir insultado, por ele. Agora, imagine isso sob um sistema opaco, sem brechas, onde a sociedade civil (tudo menos o estado) é o próprio poder “público”! Sentiu? Já imaginou as relações civis e de trabalho dentro de um troço desse? Já imaginou o tipo de mentalidade que tem de se desenvolver para sobreviver dentro de uma zorra dessa?

Não é por nada não, mas em uma das mais de 800 gostosas páginas de STALIN, a corte do czar vermelho (Cia das Letras, SP, 2006), Simon Sebag diz que pelo menos um dos chefões do sistema batia pessoalmente em funcionários “do Estado“… (veja mais em STALIN, MAO, FIDEL (e ERENICE)VOCABULÁRIO DE IDEIAS PASSADAS, CISNES SELVAGENS…). Diz, também, que nenhum servidor, excetuando-se os filhosa quem, claro, reservava-se tudo…- tinha qualquer garantia, sequer de função… Já imaginou os critérios? Nada muito desconhecido por aqui, né? Viagem em livro, LA VIDA POR LA IZQUIERDA E O ADVOGADO DO EX-MINISTRO ORLANDO SILVA, EM DEFESA DE KLEBER SALAZAR, O POVO NÃO É BOBO… 2 (O QUE É ISSO, COMPANHEIRO?), etc, são apenas umas dicas, viu, leitor?

DEMOCRACIA. Esta é a palavra. Veja o que, dela, diz o prêmio Nobel de literatura Mário Vargas Llosa:

 “…Pois não há nada que deteriore e corrompa tanto um sistema político como a falta de participação popular, que a seta vermelha p esqeurdaresponsabilidade dos assuntos públicos fique confinada – por abandono do resto – numa minoria de profissionais. Se isso acontece … da democracia resta somente o nome, uma casca de ovo vazia, pois naquela sociedade, como numa ditadura, todos os assuntos se urdem e executam ao arbítrio de uma cúpula, pelas costas da maioria… (DICIONÁRIO AMOROSO DA AMÉRICA LATINA…”- fl. 168

 Se você tem algum preconceito contra essa rara figura latino americana, leitor, veja isto:

dicionario AMOROSO“…a melhor tradição socialista, a da liberdade de crítica, que hoje tende a ser esquecida. Marx e Lênin, ainda nos momentos mais difíceis da história do movimento obreiro, exercitaram a crítica interna de maneira pública, convencidos de que mais enfraquecia o socialismo fechar os olhos diante de suas debilidades que discuti-las...” – fl.119

E isso:

“… apesar do horror biológico que me inspiram as sociedades policialescas e o dogmatismo, os sistemas de verdade única, se devo escolher entre um e outro (socialismo autoritário e velho sistema neocolonial) aperto os dentes e continuo dizendo : fico com o socialismo…”  fls.123

problema desse ex-militante comunista é este, ó: “… o termo esquerda, hoje prostituído, designa qualquer coisa… (fl. 136). Mais curiosidades no pdf DICIONÁRIO AMOROSO DA AMÉRICA LATINA – goles 

E se não for um fecundo, insubstituível e interminável terreno social plantado por gente, regras, interesses e liberdade (estamos falando de DEMOCRACIA), o conflito e o pensamento – inevitáveis no ser humano – somente ocorrerão na cúpula ou na clandestinidade. E é aí que mora o perigo, né? CABA NÃO, MUNDÃO! Meu amigo, só há um socialismo possível: DEMOCRACIA, e é por isso que sempre haverá UMA GUERRA QUE ELES NÃO PODEM PERDER (veja QUAL DEMOCRACIA?MINISTRA ELIANA CALMON E AS RAZÕES DO ILUMINISMO…). É ela (a democracia) o único meio de socializar (inclusive o estado ou o sindicato), segundo também insinua, com todas as letras, a Sua Excelência, Profª Marilena Chauí (muito provavelmente em INTRODUÇÃO À HISTÓRIA DA FILOSOFIA: dos pré-socráticos a Arsitóteles, vol. 1, 2ª edição, S. Paulo, Cia das Letras, 2002. Tô em mudança, tá embalado). E sendo o único meio (cuidado com quem fala em fim), ela (a Democracia) é, na verdade, a permissão legal para a própria realidade existir.  Concorda, leitor? Ó: O blog, O PLIN-PLIN E A VERDADE!, CONSELHO DE ÉTICA, QUE PANCADA!, O MUNDO IRREAL DE AMANDA GURGEL, BECHARA, GEYSI E O LIVRO “POR UMA VIDA MELHOR”, PARABÉNS, VEJA!ACM, MEU AMOR… são como a Globo News, viu? Nunca desligam.

Não parece que O POVO É BOBO , leitor? Parecer, parece, e nunca falta quem aposte nisso. Mas tá mais pra “cúmplice dos vagabundos”, como bem disse a não populista Heloisa Helena, no CQC (http://primeiraedicao.com.br/noticia/2012/04/10/cqc-entrevista-vereadores-de-maceio-e-chama-eleitores-de-trouxa) de ontem, 09/04. Bobo? Quem? Eu? Você? Eles? Ora, meu amigo, quem de nós é mais povo do que o ex-presidente Lula? E se ele tá longe de ser bobo… Meu amigo (quase ia dizendo “COMPANHEIRO”), teria de ser muito panaca para acreditar que, em plena democracia (no nosso caso, mais de Mercado), alguma “mídia burguesa” – como se diz na gíria – pode se dar ao luxo de ser “golpista” ou mais conservadora do que o que deveria. Sim, sempre rolam os golpes (GRILAGEM x APAGÃO MORAL, A PULGA, O BURRO e AS NORMAS…), afinal o importante para qualquer sistema sempre será ele mesmo, como você já viu em VOCÊ JÁ VIU ESSE FILME? – parte 2 e parte 3, FALSO BRILHANTE ou FINA ESTAMPA?, etc. E não é exatamente por isso que, na hora H, o que vai importar mesmo é a mercadoria? No caso, a notícia, o furo, a disputa … o Lucro. Como o voto, na política, não é? O que é que não se faz, por eles? “Conservador”? KKKK… “SERRI, GENTE” e dá uma olhadinha em FIONA WALKER/MULTIUSO8, O ZIGUEZAGUE DAS PALAVRAS, BLEFE , QUEIXO DURO!INSENSATO CORAÇÃO

Ah, sim: antes do mais famoso mensalão (e principalmente durante a fritura do hoje companheiro Collor) a tal “mídia burguesa” já fazia a festa, sabia? E era tão querida e importante (senão mais!) quanto o próprio Ministério Público… E não é, aliás, essa mesma mídia que tá batendo no saudoso Demóstenes, jesuis? E isso, apesar da falta de um antigo PT, como bem lembrou em recentes páginas amarelas de Veja o mais jovem dos senadores, Pedro Simon (aguarde MULTIUSO14)…

Por falar em Demóstenes, parece que ele também andou chamando o seu chefe de meu mestre, não foi (veja PARABÉNS, VEJA!)? É um país de doutores, né, leitor? Só que, humildes, aceitam ser chamados de mestres… De qualquer forma, independente de mais água na cachoeira ou não (Ô Protógenes, até tu?), não se pode dizer que, para o mundo das comunicações, o lucro (seja ele qual for) não acabe sendo, também, um importante indutor de ÉTICA e até de LIBERDADE DE EXPRESSÃO… Tanto que, embora sem fins lucrativos, o próprio Jornal Sindjufe não só já falou EM DEFESA DA ÉTICA E DA LIBERDADE, INCLUSIVE DE EXPRESSÃO, como já bradou até por (quem diria!?) pressa e cassaçãoCASSAÇÃO JÁ (veja OS QUADROS DA OAB E OUTROS QUADROS!). Mas não se interessou por acelerar o famoso “inquérito” (veja FLUXO E REFLUXO (pega na mentira?), NADA MAIS DO QUE A VERDADE?…) e nem informou à polícia os números da fantástica fl. 06 da AUDITORIA (veja O QUE É ISSO, COMPANHEIRO?). Por que será que ele anda tão murchinho, COITADO? Virou conservador?

NADA É TUDO,  COMPANHEIRO! Mesmo porque poucas coisas são tão parecidas entre si quanto capitalistas e políticos. Aliás, pode-se fazer mesmo esta distinção? O que um faz que outro não faria? Que acertos? Sempre haverá a honrosa exceção, claro. Mas o ambiente é de negócio. UM GRANDE NEGÓCIO, talvez. E negócio é negócio, né? Ou algum Ismo já deu algum prego numa barra de sabão, sem pensar em retorno? Pode até ser que já, mas não é esse o pão de cada dia, é? Tanto não é que a pena de Millôr não comia nada… Podemos, então, dizer que, por mais desgraçado que seja, o danado do capitalismo – o mais humano dos sistemas sempre terá razão? Foi o único em que se conheceu democracia, não foi? E, nele, tudo o que é sólido desmancha no ar, segundo Karl Marx… (veja A VINGANÇA DE MARX). Sim: a sua lógica natural e declarada é o lucro – sem o qual ele não seria humano – e o seu discurso programado (ideologia) sempre será a liberdade. Do Mercado, claro.  Mas, segundo a história, junto com ela sempre vêm (ou podem vir) outras, que, nem forçado, o estado socialista tendeu a aceitar… Ai meu deus, que pergunta difícil:

Qual foi mesmo a conquista moral trazida à humanidade pela esquerda no poder?

QUEM RESPONDE?

Será por isso que até o danado de um capitalismo como o nosso (onde a a galera cai matando) é capaz de botar na rua, no rádio, no jornal e na tv os partidos que vão (ou iriam) acabar com ele? Ô bicho doido, né? Graças a deus! Tanto que não só deixa desmontar (e demonstrar) todos os seus defeitos, como até os vende, ganha dinheiro e ainda aprende com eles (exemplo em MULTIUSO 13)! Claro: sempre rola um tapinha… Mas, ameaçado, quem não dá? Não viu o do cubano?  Duas questões sobre ele:

Viu por que aquele “…no, política, no…”, em MULTIUSO 12? Você notou na passividade em torno da horrível agressão, leitor? Seria alienação (alheamento, total absorção pela realidade ou desconexão com ela)? Ou apenas Medo? Mas medo, no socialismo?

Lembrança inoportuna1: em Mea Cuba, o comunista, filho de comunistas, escritor e ex-diplomata cubano Cabrera Infante (morreu no exílio) conta que, chamado a Havana quando da sua queda, viu todos os colegas e amigos simplesmente desaparecerem. Ao trilhar um longo corredor palaciano, por exemplo, viu duas ou três portas casualmente se abrirem. E se fecharem desesperadamente, assim que os olhos delas toparam com os dele  (veja mais em OS BANDIDOS DE CUBA, FIDEL, O FILME…)

Lembrança inoportuna2: em Antes que Anoiteça, Reinaldo Arenas, outro escritor cubano nascido e criado sob o partido único de Fidel (também morto no exílio), diz que o capitalismo dá um chute na bunda, e o socialismo  ainda exige que a bunda bata palma

Ainda bem que, por aqui, tudo é diferente, né, leitor? Parabéns ao Partido Comunista do Brasil pelos seus 90 anos e por sua imensa contribuição à cultura e à história brasileiras, final e felizmente já reconhecida até pela presidência do Senado:

“… minhas relações com os comunistas vêm de minha infância (…) A história do Partido Comunista do Brasil é longa e rica de valores, de sacrifícios, de heroísmo. Outros falarão dela com detalhes. Quanto a mim, dou um testemunho, o testemunho de uma longa convivência e de uma visão destes valores maiores entre grandes amigos e eminentes políticos…” – Senador José Sarney

http://www.senado.gov.br/senado/presidencia/detalha_discurso.asp?data=26/03/2012&codigo=961

“ …Hoje (26/03/12), estamos aqui, nesta sessão solene do Congresso Nacional, que homenageia os 90 anos do Partido – a partir de um requerimento que teve como primeiros signatários o presidente do Senado Federal e do Congresso Nacional, José Sarney, o presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia, os líderes do PCdoB no Senado e na Câmara, Inácio Arruda e Luciana Santos, respectivamente, os membros da bancada do PCdoB no Congresso e todos os lideres de Partidos Políticos com representação nesta casa… – Renato Rabelo, presidente do partido

http://www.liderancapcdob.org.br/edit/textos/arqupload/ano2012/mes3/PronunciamentonoCongressodeRenatoRabelo-2012326213644.pdf

Sorte, Millôr (veja frase ao lado).

veja, também:

DESVIO NO SINDJUFE É DE BEM MAIS DE MEIO MILHÃO!

VOCÊ É SOCIALISTA? TEM CERTEZA? 

TEMPERATURA MÁXIMA!!

ILUSÕES PERDIDAS

PARTIDO DA CLEPTOMANIA DO BRASIL

O CASO BANCOOP II

O DILEMA DE TEREZA CRISTINA

Anúncios
Esse post foi publicado em e-mail sindjufe, machadodeachismo. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s