VEJA, CHAVES, MINO CARTA E O PT

Em vários posts (O MUNDO IRREAL DE AMANDA GURGEL, O POVO NÃO É BOBO, ABAIXO…, BECHARA, GEYSI E O LIVRO “POR UMA VIDA MELHOR”, INSENSATO CORAÇÃO, EM DEFESA DE KLEBER SALAZAR, O DILEMA DE TEREZA CRISTINA, DAS FLORES E DOS FRUTOS, DESCANSANDO, AMORAL DA HISTÓRIA, O BLOCO DOS DESCARADOS, TUDO POR AMOR?, CISNES SELVAGENS, ESSA É BOA (muito boa)!, EM DEFESA DE JOSÉ DIRCEU!, CONTRA UM MUNDO MELHOR, MULTIUSO 13, POR QUE VIREI À DIREITA (o livro. Ou quase)FALSO BRILHANTE ou FINA ESTAMPA?MINISTRA ELIANA CALMON E AS RAZÕES DO ILUMINISMO, 1994, IDÉIAS PARA UMA ALTERNATIVA DE ESQUERDA… (o livro), O SHOW-LULA, O TEXTO QUE ASSUSTOU,  O HOMEM QUE FALAVA DEMAIS…), eu disse por que adorava a imprensa burguesa, né? 

Em particular, adoro Veja e Reinaldo Azevedo. Quem leu acima sabe o porquê.  Mino Carta, hoje chefe da não tão crível Carta Capital (lembra de VIVA A CORRUPÇÃO!?), já o dizia em 1972:

veja-1972-mino-carta-editorialE ele disse isso em 1972, auge do Gal. Médice (censura, tortura…). Isso quer dizer que a Veja informava bem até sob censura? Eu continuo fã, por exemplo, dos seus editorias (Luis Nassif também andou por lá, né? Bom time! Engraçado: eu não noto nenhuma grande mudança na revista, de lá para cá… O que os fez sair?) Só um pouquinho desse fenômeno (de massa) Hugo Chaves:

VEJA, EDITORIAL, Chaves 1º

Se foi um desastre ou não, o tempo dirá. Espera-se que não, mas… (clique nas imagens):

VEJA, EDITORIAL, Chaves1VEJA, EDITORIAL, Chaves 2

E o PT com isso?

VEJA, CHAVES, PT1VEJA, CHAVES, PT2VEJA, CHAVES, PT3

VEJA, CHAVES, PT4

Será?

VEJA, CHAVES, guarda del povo

Ninguém é santo, né? Lembra de um  certo Sindjufe? E, agora, Reinaldo:

reinaldo azevedo, Petrobra´s(…)

1: Em janeiro de 2005, a empresa belga Astra Oil comprou uma refinaria americana chamada Pasadena Refining System Inc. por irrisórios US$ 42,5 milhões. Por que tão barata? Porque era considerada ultrapassada e pequena para os padrões americanos.

2: ATENÇÃO PARA A MÁGICA – No ano seguinte, com aquele mico na mão, os belgas encontraram pela frente a generosidade brasileira e venderam 50% das ações para a Petrobras. Sabem por quanto? Por US$ 360 milhões! Vocês entenderam direitinho: aquilo que os belgas haviam comprado por US$ 22,5 milhões (a metade da refinaria velha) foi repassado aos “brasileiros bonzinhos” por US$ 360 milhões. 1500% de valorização em um aninho. A Astra sabia que não é todo dia que se encontram brasileiros tão generosos pela frente e comemorou: “Foi um triunfo financeiro acima de qualquer expectativa razoável”.

3: Um dado importante: o homem dos belgas que negociou com a Petrobras é Alberto Feilhaber, um brasileiro. Que bom! Mais do que isso: ele havia sido funcionário da Petrobras por 20 anos e se transferiu para o escritório da Astra nos EUA. Quem preparou o papelório para o negócio foi Nestor Cerveró, à frente da área internacional da Petrobras. Veja viu a documentação. Fica evidente o objetivo de privilegiar os belgas em detrimento dos interesses brasileiros. Cerveró é agora diretor financeiro da BR Distribuidora.

4: A Pasadena Refining System Inc., cuja metade a Petrobras comprou dos belgas a preço de ouro, vejam vocês!, não tinha capacidade para refinar o petróleo brasileiro, considerado pesado. Para tanto, seria preciso um investimento de mais US$ 1,5 bilhão! Belgas e brasileiros dividiriam a conta, a menos que…

5 a menos que se desentendessem! Nesse caso, a Petrobras se comprometia a comprar a metade dos belgas — aos quais havia prometido uma remuneração de 6,9% ao ano, mesmo em um cenário de prejuízo!!!

6: E não é que o desentendimento aconteceu??? Sem acordo, os belgas decidiram executar o contrato e pediram pela sua parte, prestem atenção, outros US$ 700 milhões. Ulalá! Isso foi em 2008. Lembrem-se que a estrovenga inteira lhes havia custado apenas US$ 45 milhões! Já haviam passado metade do mico adiante por US$ 360 milhões e pediam mais US$ 700 milhões pela outra. Não é todo dia que aparecem ou otários ou malandros, certo?

7: É aí que entra a então ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, então presidente do Conselho de Administração da Petrobras. Ela acusou o absurdo da operação e deu uma esculhambada em Gabrielli numa reunião. DEPOIS NUNCA MAIS TOCOU NO ASSUNTO.

8: A Petrobras se negou a pagar, e os belgas foram à Justiça americana, que leva a sério a máxima do “pacta sunt servanda”. Execute-se o contrato. A Petrobras teve de pagar, sim, em junho deste ano, não mais US$ 700 milhões, mas US$ 839 milhões!!!

9: Depois de tomar na cabeça, a Petrobras decidiu se livrar de uma refinaria velha, que, ademais, não serve para processar o petróleo brasileiro. Foi ao mercado. Recebeu uma única proposta, da multinacional americana Valero. O grupo topa pagar pela sucata toda US$ 180 milhões.

10: Isto mesmo: a Petrobras comprou metade da Pasadena em 2006 por US$ 365 milhões; foi obrigada pela Justiça a ficar com a outra metade por US$ 839 milhões e, agora, se quiser se livrar do prejuízo operacional continuado, terá de se contentar com US$ 180 milhões. Trata-se de um dos milagres da gestão Gabrielli: como transformar US$ 1,204bilhão em US$ 180 milhões; como reduzir um investimento à sua (quase) sétima parte.

11:Graça Foster, a atual presidente, não sabe o que fazer. Se realizar o negócio, e só tem uma proposta, terá de incorporar um espeto de mais de US$ 1 bilhão.

12: Diz o procurador do TCU Marinus Marsico: “Tudo indica que a Petrobras fez concessões atípicas à Astra. Isso aconteceu em pleno ano eleitoral”.

13:Dilma, reitero, botou Gabrielli pra correr. Mas nunca mais tocou no assunto.

(…)

Como não gostar, né?

http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/petrobras-desiste-de-vender-refinaria-nos-eua-que-comprou-a-um-preco-escandaloso-pois-e-dos-males-o-maior/

Esse post foi publicado em e-mail sindjufe, resenha. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s