A ERA LULA-parte II

Três razões me fizeram repetir o voto em Lula/2006:

1-      o seu provável segundo governo seria investigado até dormindo, o que dificilmente ocorreria com a turma de G. Alkmin, detentora, inclusive da grande mídia.  E governo bom é governo investigado;

2-      o país continuaria ouvindo falar de ÉTICA. Em grave crise de abstinência de poder, os conservadores transformarriam sua dor em ira santa. E é importante que o termo ÉTICA vague pelo Estado e pela mídia, ainda que as razões não sejam as mais sólidas;

3-      a provável reeleição de Lula fortaleceria o voto-povão, que ele afastou do controle oligárquico, apesar do Amapá e do Maranhão. E nada pior para um país do que qualquer poder absoluto.  Não esqueçamos: quem tem poder tende a abusar, já dizia Montesquieu, o mesmo que, sabiamente, disse que a primeira corrupção é a dos princípios

 Esses motivos estavam em TRÊS RAZÕES E UMA ESCOLA, um dos textos eliminados do site Sindjufe (publicado out/2006).

Leia: TRÊS RAZÕES e UMA ESCOLA

E agora, Outubro/ 2010?

A revista CULT (Editora Bregantini), uma das mais respeitadas em filosofia, política, literatura e arte, a cada edição traz um tema abordado por intelectuais ou especialistas.  É o que ela chama Dossiê. Na edição de nº 148 (julho/10), o tema foram os 08 anos de Lula. Já no editorial se diz:

“ … a trajetória de Luiz Inácio Lula da Silva é impar e comovente. No fim dos seus dois mandatos, ele está entre as  pessoas mais poderosas do mundo. Da mídia e das instituições nacionais e internacionais recebe seguidos reconhecimentos por sua habilidade política. O Instituto Datafolha, em pesquisa publicada em 2010, anunciou Lula como a personalidade mais confiável em uma lista de 27 nomes…

Por aí já se desconfia do tal complô da “mídia golpista”  aventado pela militância de pouca vergonha, que – não duvide – seria a primeira a convocar  a imprensa,  caso a corrupção, os conchavos e o governo fossem do outro lado. Lembremos, aliás, que, contra essa tese (da “mídia golpista”), rezam:

1)    as vitórias de PT&Cia (BA, PE, SE, CE, ES,RJ,RS, etc, etc, etc…) e as  de PSDB&Cia (RN, MS, MG, SP, PR, SC,etc) onde os eleitores melhor os avaliaram; e

2)    uma mídia certa da vitória de Dilma ainda no primeiro turno.

Ainda bem que errou. Marina Silva fez ao país o mesmo bem que o Diretor Francisco fez  aos associados  do Sindjufe-ba:  forçou a discussão, inibiu a prepotência, sugeriu cautela à corrupção, estimulou a Democracia, deu fôlego  à oposição. E, assim, melhorou a ecologia.  Sim, é necessário que PT&Cia  tenha uma oposição à sua altura, como os seus adversários tinham!  Nenhum anão do orçamento, mensaleiro, sanguessuga ou comprador de voto para a emenda de reeleição de FHC quereria isso.

DECLARAÇÃO DE VOTO

Neste segundo turno, pela primeira vez anularei o meu. A razão é simples: me lembro dos 08 anos de PSDB&Cia (FHC) e dos de PT&Cia (Lula). Não tenho dúvida de que, se a crise global de 2008 pegasse o Brasil sob FHC, não sobrava vivo.  Mas, também, não tenho dúvida quanto aos escândalos de  PT&CIA, inclusive a demissão por telefone do professor Cristóvão Buarque (então Ministro da Educação e Senador eleito pelo PT), para a satisfação  e o favorecimento de uma Casa Civil cheia de Waldomiros. Não fosse a descoberta daquele mensalão de 2005, o candidato, hoje, seria José Dirceu, que o organizara, não Dilma. Bassuma, aliás, não cansa de dizer que, porque enfrentara internamente a posição do partido em relação ao aborto, fora punido, inclusive com suspensão e voto de silêncio (se não me engano). Alguém soube de alguma punição aos delúbios, waldomiros, silvinhos, genonínos, joões cunha (…) dirceus? Vamos admitir que esses últimos 08 anos tinham de ter dado um melhor rumo moral ao país. E este rumo já teria de ter começado por Escola Pública. Teria faltado grana? Não.

Admito, porém, que, infelizmente, o meu coração bate do lado esquerdo do peito e torce para que a estrela de falso brilho vença o tucanato. Não que Serra seja pior do que Dilma. Cada um tem os delúbios e dirceus que merece. Mas porque, do lado dela, há um povão agradecido às migalhas que só de Lula para cá caíram e gente como Ciro Gomes, com quem é melhor não brigar. Há um outro motivo: Dona Poste, caso vença, terá de honrar a herança recebida de um mito (Lula), evitar mensalão e lidar com a “imprensa golpista”, que não poderá lhe dar vida fácil. Com Serra não seria tão divertido.

Tópicos da ANALÁLISE DE CULT:

  • uma política “pós-ética
  • movimentos sociais
  • a política externa
  • herança econômica
  • a transfiguração da paisagem cultural
  • infraestrutura, educação e política

Por razões óbvias (braço), o pdf abaixo só trará extratos de   

UMA POLÍTICA PÓS-ÉTICA extratos

post relacionados:

A ERA LULA- parte 1
ELOGIO DA SERENIDADE E OUTROS ESCRITOS MORAIS
NADA É TUDO
SÓ O ATO SALVA e só o ético pode orar 
PAULA x TAIS  
É MUITA ONDA
ÉTICA NÃO É IDEOLOGIA
VOCÊ É SOCIALISTA? TEM CERTEZA? Quer ajuda dos universitários?
FALSIDADE IDEOLÓGICA?
PARTIDO DA CLEPTOMANIA DO BRASIL
FASCISMO DE ESQUERDA (o livro)
Anúncios
Esse post foi publicado em machadodeachismo. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s