OBRIGADO, ELISA

Eu gosto de gente honesta. E Elisa Fortes, ex-longa dirigente do Sintrab/Sindjufe que já publicou neste blog [veja UM E-MAIL INTERESSANTE… e UMA RESPOSTA (Elisa Fortes, Ednice Cruz e Maria do Carmo Sales), quando a justiça voltar a permitir] me deu uma prova importante, ontem. Obrigado também por algumas de suas palavras, Elisa. Lembra daquele e-mail que você me mandou, em 2006?:

email, ednice, elisa

Entenda o caso, (e)leitor: a ex-diretora depôs, ontem, em certa audiência a convite da outra parte. E, tendo a longa história que teve na entidade, e tendo de preservar o seu lado político, não deixaria de engrossar o falso coro de “ofensa”, “ataque”, “dano à imagem”  e outras delongas não pertinentes atribuídas a este sofrido bloguesinho. É compreensível, né? Ela é humana [espécie movidaconselho-fiscal-elisa por desejo/interesse – veja O DILEMA DE TEREZA CRISTINAMINISTRA ELIANA CALMON E AS RAZÕES DO ILUMINISMO…] cujo indivíduo, por menor que seja, aspira; organiza sistema e constrói poder…(veja  SÓ O ATO SALVA e só o ético pode orar  e ELOGIO DA SERENIDADE E OUTROS ESCRITOS MORAIS). E ela, sendo o animal político que é, me surpreendeu, para o bem… Um parêntese:

Se entendi bem, a estratégia da outra parte, ontem, foi,  mais uma vez, se esforçar para esconder o sol (prova documental) com uma peneira (“prova testemunhal“). E a galera que depôs não vacilou. Fez tudo direitinho, como combinado. E o mais engraçado: ninguém, nem Carlos, teria lido muita coisa no blog, mas sabia, de ouvir falar, que ele (o blog) assacava contra certa pessoa. Achei interessante a estratégia. Assim, ninguém precisaria indicar a prova, né? Foi tão bem pensada essa estratégia, que a advogada da parte contrária pediu ao próprio Carlos que lesse determinado texto do processo e dissesse… Galera, eu tô de mãos atadas, não posso me estender…

LIMINAR JUDICIAL

… Mas, bem que o texto selecionado poderia ser um do centro da questão, nera? Olha que desperdício: FERVIDOS E MAL PAGOS? (fls. 20/24), O ZIGUE-ZAGUE DAS PALAVRAS (fls. 34/40, 1013/1022 e 1071/1082), E-MAIL ENVIADO AO SR… (fls.38/40 e 1010/1012), TEMPERATURA MÁXIMA!! (fls.296/299, aberto), FLUXO E REFLUXO (pega na mentira?), fls. 338/345gato bobão e 427/434, aberto), ESTÁ SÓ. E SEM O QUE FALAR! (fls. 345/361 e 434/464), BLEFE (fls. 377/390 e 466/479), PURA ENROLAÇÃO (fls. 541/553 e 650/662, aberto), O QUE É ISSO, COMPANHEIRO? (fls. 682/704), FALSO BRILHANTE ou FINA ESTAMPA? (fls.758/770), PARABÉNS, VEJA 2  (fls.812/825, aberto), INSENSATO CORAÇÃO (fls. 852/864), O SISTEMA É BRUTO. MAS FALHO – parte 1, parte 2 parte 3 (fls. 874/932), m…NO VENTILADOR? (fls. 1054/1060, aberto), 02 FILHOS DE FRANCISCO (fls.1027/1035, aberto),  NOTA DE ESCLARECIMENTO DESNECESSÁRO (1037/1038, aberto), POR QUE …DESISTIU? (fls. 1109/1125), QUEIXO DURO! (fls.1547/1548), etc, etc… Tanta história, tanta prova ali, meu deus…

Ainda volto a Elisa, (e)leitor. Fiquei chocado com dois depoimentos. Num, o grande Calos [que já elogiou este blog e foi elogiado por ele; que já desembaraçou- assim como Ednice –

e-mail ednice 4

muito texto meu, quando dirigente do sindicato…  Pois é, o grande Carlos chegou a dizer que aqui se fez críticas desonrosas e não apenas a pessoa pública.  Pô, Carlos, até você? Meu amigo, você sabe que eu sou da tradição liberal que gosta de análise de discurso e documento! Pra que falar mal? Basta analisar! Daí a grande quantidade de jornais Sindjufe e outros documentos oficiais avolumando aqueles autos e a credibilidade deste maldito bloguezinho que jamais foi pego em erro…

A propósito, PESSOA PÚBLICA é aquela que “… Age por delegação e não por direito próprio e por isso mesmo deve explicações sobre os seus atos…” (veja O POVO NÃO É BOBO, ABAIXO…, POR QUE O TJ DEVE REVER A DECISÃO, DICIONÁRIO AMOROSO DA AMÉRICA LATINA, PARABÉNS, VEJA 2), O LEITOR É O VERDADEIRO PATRÃO?) ou tem ou teve sob sua responsabilidade bens públicos ou coletivos, independente de bem administrados ou não (veja  SUAS EXCIAS: O FATO, A LIBERDADE DE INFORMAÇÃO, O STJ, O STF, VARGAS LHOSA E O SINDJUFE-BA e A QUANTAS ANDA?). Nessas últimas postagens, estão as jurisprudências do STJ e STF juntadas pelo atual Sindjufe no processo da 8a Vara (onde sou autor), alegando… (se ligue, leitor?)… que eu sou… Imagine… “pessoa pública

CONTESTAÇÃO SINDJUFE 8a vara, PESSOA PÚBLICA e, como tal, sujeito a pau e pedra, sem direito a chiar… Não é interessante? Como o mundo é dialético, né? Só que eu, embora NÃO pessoa pública, posso ser criticado, mesmo DESONESTAMENTE, porque eu posso responder e demonstrar a VERDADE… Além de ir à Justiça.

O fato, caro (e)leitor, é que, de repente, para se defender daquela falsa e dolosa publicaçãozinha …

vitória sobre ESTELA

http://www.sindjufeba.org.br/Noticias.aspx?id=2295

… contra a qual  NEM ME FOI PERMITIDO DIREITO DE RESPOSTA  (apesar até do artigo 5º da entidade), o sindicato fez mais a defesa do antigo sistema do que de si próprio. E, atribuindo a mim a elevada honra de “pessoa pública“, defendeu… (tchan, tchan, tchan...) o “DIREITO DE EXPRESSÃO/DEVER DE INFORMAÇÃO mais liberal possível! Êta mundo que dá volta, né?

CONTESTAÇÃO SINDJUFE 8a vara, dever de infomação

E até de pretender ENRIQUECIMENTO ILÍCITO me acusou!:

CONTESTAÇÃO SINDJUFE 8a vara, ENRIQUECER INJUSTAMENTENão é engraçado, leitor? Como se dizer que o mundo é chato ou não dialético?! De repente, o sindicato que defendeu com unhas e dentes a GRILAGEM e o APAGÃO MORAL de 2010, chegando a dizer na 5a vara que o seu site teria que ter o maior e o mais rígido controle editorial do mundo (“para evitar eventual ataque e ação na justiça“), muda de tese e vai ao liberalismo total! Tudo bem, é bom evoluir, mas com responsabilidade, galera! Tem que ter limite, afinal, como a própria notinha malvada dizia “…o direito de expressão não é absoluto e precisa estar confrontado comfala sério outros direitos para a preservação da personalidade do cidadão…“, não dizia (veja http://www.sindjufeba.org.br/Noticias.aspx?id=2295)? Aliás, chegou a dizer até que “…O nosso sindicato continua aberto à publicação de seus associados, inclusive de Luiz Estrela, desde que o seu conteúdo esteja compatível com as normas aprovadas pela diretoria da entidade…, não disse? Só que NÃO publicou aquele e-mailzinho… (veja A QUANTAS ANDA?), não foi? E nenhum SOCIALISTA se condoeu por mim, que eu me lembre!

Veja que eu só publiquei e fiz perguntas, com base em documento e convidei a quantos CONTRADITÓRIOS quisessem (veja SUAS EXCIAS: O FATO, A LIBERDADE DE INFORMAÇÃO, O STJ, O STF, VARGAS LHOSA E O SINDJUFE-BA). Já o meu  SOCIALISTA órgão de classe… Você lembra, (e)leitor, que as tais repentinas e ALTAMENTE PROIBITIVAS “NORMAS” diziam que …

“… NÃO PODERÁ SER OFENDIDA A HONRA, fala sérioINTIMIDADE, MORAL OU DIGNIDADE DE QUALQUER PESSOA. NÃO SERÃO PERMITIDAS CRITICAS/DENUNCIAS ÀS PESSOAS, SEM AQUIESCÊNCIA DA DIRETORIA GERAL DO SINDJUFE-BA…”

http://www.sindjufeba.org.br/Avisos.aspx?id=210

 E como fica aquela publicaçãozinha safada, hein?  “DANOI MORAL“, “OFENSA”,ATAQUE À HONRA OU INTIMIDADE“? Que nada! “MERO ABORRECIMENTO“, como alegou o próprio sindicato, juntado jurisprudência!:

CONTESTAÇÃO SINDJUFE, ACÓRDÃO TJBA, aborrecimento AÇÃO 8a vara

Não é engraçado? Já o que publiquei com prova documental…

E olhe que aquela materiazinha vagabunda já se iniciou  falsa, viu? Eu NÃO fui ao judiciário em busca de publicação de qualquer texto meu, como desonestamente “informado”. Não! Fui em defesa do meu direito/dever de publicação expresso no estatuto da entidade…

Art. 3º – Constituem prerrogativas e deveres do Sindicato: k) promover discussões, simpósios, conferências e outros, envolvendo temas de interesse geral que repercutem na vida dos sindicalizados enquanto categoria e enquanto cidadãos) e (l) manter publicações que funcionem como instrumentos de informação permanente acerca da vida da entidade (funcionamento, lutas, conquistas e outros) e suas relações com a realidade;

Art. 6º – São deveres dos filiados: f) contribuir com o Sindicato com informações, notícias e artigos de interesse da classe;

… e pela volta dos textos espuriamente eliminados do site da entidade, depois daquela maldita perguntinha…

a quantas anda...

Não é engraçado? Era tão falsa a tal nota vagabunda, que o próprio Sindjufe, assim que a PF/MPF/JF me absolveram das acusações irresponsáveis, saiu logo desdizendo que…

“… A forma como foi publicada esta matéria no blog sugeriu (ou levantou suspeita) que haveria tido alteração criminosa dos dados no site do TRE-BA…”

http://www.sindjufeba.org.br/Noticias.aspx?id=1144

Quer dizer: fui denunciado a torto e a direito com base em “suspeitas e sugestões…“?  Mas, tudo bem, né? Se sou “pessoa pública”?! Já o que publiquei com base em documento e sobre pessoa pública …  

No segundo depoimento que me chocou,  um oficial de justiça do TRF disse que não sabia dizer nada sobre o blog, mas que, “…em torno de 2009, no início do ano…”, viu a mim e a um membro do atual sindicato distribuindo a declaração de bens encontrada na UOL (aquela que teria sido “modificada”!) e já analisada pela PF. Issojacaré, queixo-duro no começo de 2009! Só que o tal documento já analisado pela PF e encontrado por mim na UOL é de outubro/2010! O QUE É ISSO, COMPANHEIRO? Só não caí, na hora, porque tava sentado, sabia? O depoente que se comprometeu a só falar a verdade ainda disse que eu era mais magro e tinha mais “pelo” (apontando para o cabelo), mas que era eu mesmo!… O QUE É ISSO COMPANHEIRO?

Galera, eu só fui à Justiça Federal duas vezes. Uma para receber o RELATÓRIO DA POLÍCIA FEDERAL E A DECISÃO JUDICIAL QUE ME ABSOLVERAM (li-os naquele mesmo dia em assembleia geral na própria JF e, logo depois, escrevi BLEFE  e QUEIXO DURO! /2011). A outra, foi para a audiência em que sou o autor,  contra a União. Mas, não saí dos locais para onde fui e só distribuí simpatia e, mesmo assim, minha. Não me pergunte nada sobre a estrutura do prédio porque eu não sei. Ah, sim, eu já entrei no TRT, em 1992, com pouco “pelo”, camarada. Veja este jornal Sindjufe de  2006 (eu sou o de camisa azul. O grande Carlos é o de braços levantados e câmera fotográfica…):Jornal sindjufe, 04julho06, eu sem já cabelojornal Sindjufe 2006, eu já sem cabelo 2

Já tava cabeça de penico, nera? Melhor: na fl.1527 dos autos do processo, há uma imagem do antigo site Sindjufe com 02 fotos minhas, ambas de 2006.

site sindjufe 2006, eu sem cabelo 001

Já faltava “pelo”,  nera?

Foi aí que entrou Elisa. Quando o juiz lhe perguntou se ela sabia de alguma distribuição de documento feita por mim, ela poderia, SIM, acompanhar o seu colega da JF. Mas, ela teve a grandeza de dizer que já tinha ouvido falar que outras pessoas teriam distribuído o tal documento encontrado na UOL, mas NÃO Estrela! Obrigado, Elisa! Mas você se equivocou. O tal documento nunca esteve aqui no blog, como você declarou.

Aí, fiquei matutando: por que aquele oficial de Justiça e depoente juramentado fez aquilo comigo? Cheguei a uma conclusão. Mas, também, fiz uma pesquisa na internet. Olha o que encontrei:

responde a AÇÃO CRIMINAL/ESTELIONATO:

AÇÃO CRIMINAL ORDINÁRIA, NÉLIO, parte oculto 2

AÇÃO CRIMINAL ORDINÁRIA, NÉLIO

http://processual.trf1.jus.br/consultaProcessual/processo.php?proc=281485920144013300&secao=BA&nome=NELIO%20LEAL%20VILAS%20BOAS&mostrarBaixados=N

e IMPROBIDADE ADMINSTRATIVA:

IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA, NÉLIO, partes oculto 2

IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA, NÉLIO,

http://processual.trf1.jus.br/consultaProcessual/processo.php?trf1_captcha_id=70cb77cbe6594c01c7a899fa1e13d04e&trf1_captcha=tnfb&enviar=Pesquisar&proc=176742920144013300&nome=NELIO+LEAL+VILAS+BOAS&mostrarBaixados=N&secao=BA

O QUE É ISSO COMPANHEIRO?

Anúncios
Esse post foi publicado em e-mail sindjufe. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s