FERVIDOS E MAL PAGOS?

antes da matéria - CópiaTexto republicado hoje (26/11/14), seguindo a determinação judicial  abaixo:

LIMINAR JUDICIAL

Para refrescar ainda mais sua memória:  DESVIO NO SINDJUFE É DE BEM MAIS DE MEIO MILHÃO!, MAIS PREJUÍZO: R$ 93.598,70. ATÉ QUANDO?, É NA PRESSÃO ou ME ENGANARAM?, O ZIGUE-ZAGUE DAS PALAVRAS

 ……………………….FERVIDOS E MAL PAGOS?

...atrás da cruz se esconde o diabo...

 (Cervantes Saavedra, Miguel de. O ENGENHOSO FIDALGO D. QUIXOTE DA MANCHA, Vol. I, RJ, Editora Nova Aguilar, 1993, fl. 98)

visitas, 04 meses pptAntes que esqueça: nada de resposta ao E-MAIL ENVIADO AO SR…. É estranho. Ainda que o destinatário tenha-se esquivado da obrigação pessoal, o órgão deveria chamar a si a responsabilidade e responder. Afinal, a mensagem foi enviada ao seu representante oficial, nesta condição, e por um filiado (antigo) amparado no artigo 5º, h do estatuto:

 

Art.5º São direitos dos filiados:
h) solicitar esclarecimento e informações à Diretoria ou aos representantes das subsedes;

 É pena. Deixa um ar  de pouca seriedade e de estar a coisa coletiva (institucional e socialmente custeada) prostrada à coisa pessoal. Será? O que lhe parece, leitor? Por que será que a entidade NÃO responde, meu deus? Quem censura, motivos tem? Pode ser, né?  Afinal, todos vimos o Diretor Geral assinar matérias jornalísticas oficiais e as enfiar no site e no jornal como se fossem artigos seus,  embora preferisse a mímica e o silêncio quando este blog expôs, com demonstração de argumento (páginas digitalizadas do Relatório da Auditoria) a dimensão do desfalque…  (veja DESVIO NO SINDJUFE É DE BEM MAIS DE MEIO MILHÃO!)?

PANORAMA DE UMA CAIXA PRETA

 interrog MILHÃOPara quem tá chegando agora ao blog (felizmente, muita gente) : os artigos  O CASO BANCOOP, QUEM RESPONDE e  O SHOW LULA desencadearam a crise que gerou a eliminação de todos os artigos do site (decisão individual do Chefe, contra o art. 13 do estatuto) e posterior promulgação da lei da mordaça (veja A PULGA, O BURRO e AS NORMAS (edição especial)ANO ZERO, DIA ZERO e GRILAGEM x APAGÃO MORAL ). Em contrapartida, surgiram este blog, a exposição pública de parte do já referido Relatório da Auditoria (que verificou pequena parte da “contabilidade” do sindicato após o roubo conhecido) e a importante ruptura, com a diretoria, do Oficial de Justiça/TRF1 Francisco Filho. Com outras palavras, vou repetir uma pergunta de Grace Bulcão (veja o pdf  O QUE VI NA RESPOSTA DO SINDJUFE, em UM E-MAIL INTERESSANTE… e UMA RESPOSTA (Elisa Fortes, Ednice Cruz e Maria do Carmo Sales): são quantas renúncias, mesmo? Pelo menos 10, contando com a de Francisco. E podia ser mais, segundo a diretora Denise Carneiro  (mesmo post). Assim, nasceu o campeão de audiência DESVIO NO SINDJUFE É DE MAIS DE MEIO MILHÃO!, que chegou a mover até 178 pares de olhos por dia para esta página.

Puxada a ponta do novelo (julho/ agosto/10), soube-se de parte da dimensão do rombo e a da vida secreta do sindicato. Parte? Sim. O  DESVIO NO SINDJUFE É DE MAIS DE MEIO MILHÃO! refere-se, apenas, ao período que foi possível ou permitido AUDITAR: outubro/2005 a setembro 2007. Por que? Bem, o sindicato só teria história contábil de 2008 para cá, segundo O BALANCETE E O CLUBE, do ex-Diretor Francisco Filho (veja mais em QUEM ESTÁ CURTINDO ESSA FESTA?). Lembremos , aliás, que, entre 2002 (unificação) e 2005, triênio governado pelo atual Diretor Geral, há um buraco negro que, na reunião com o Auditor (auditório do 11ºandar/ TRT, Comércio), Elisa Fortes definiu com as seguintes palavras: “não há documentos”! Para onde eles teriam ido?  Clique em DESVIO NO SINDJUFE É DE MAIS DE MEIO MILHÃO!  e veja o que os auditores disseram nas folhas (digitalizadas) 03 e 34 (introdução e conclusão) do seu Relatório.

Detalhes:

  • de 2002 a 2007, o Sindjufe-ba NÃO viu a cor do dinheiro dos servidores do TRE. Eles contribuíram? São, pelo menos, 06 (seis) anos. 72 (setenta e dois) meses. Em termos de hoje: 72XR$43.854,29 (clique na imagem) = 3.157.508,88 (mais de três milhões de reais). Foram para onde? Tá errada esta conta? 

Fonte: Balancete SINDJUFE-BA-período de julho/2010, Informativo Sindjufe-ba, 11/10/10, nº05).  

Art. 14 – Aos Coordenadores Gerais compete:
f) ao I Coordenador Geral, movimentar as contas bancárias conjuntamente com o I Coordenador de Administração, Patrimônio e Finanças sendo substituído, em suas ausências, pelos II ou III Coordenadores Gerais, sucessivamente.

Art. 15Aos Coordenadores de Administração, Patrimônio e Finanças, compete:
a) promover arrecadação das receitas;
b) manter sob sua guarda os valores do Sindicato, osum mundo melhor é possível, chaves livros contábeis, cuidando para sua correta escrituração, bem como os documentos e papéis relativos à sua pasta;
d) supervisionar o quadro de funcionários do Sindicato no que for pertinente a seus direitos e obrigações;
e) elaborar relatórios e análises sobre a situação financeira do SINDICATO DOS TRABALHADORES DO PODER JUDICIÁRIO FEDERAL NA BAHIA – SINDJUFE e apresentá-los semestralmente à Diretoria;
j) manter atualizado o registro dos bens móveis e imóveis do Sindicato;
k) ao I Coordenador de Administração, Patrimônio e Finanças, movimentar as contas bancárias com o I Coordenador Geral sendo substituído, em suas ausências, pelos II e III Coordenadores de Administração, Patrimônio e Finanças, sucessivamente;

Estariam esses dirigentes zelando pelo patrimônio do sindicato (art.6º, e)? Não seria de se esperar que  as réplicas “dos opositores”, baseadas em documento oficial, nas próprias lacunas dos “DIREITOS DE RESPOSTA” e no próprio artigo 6º do estatuto fossem enfrentadas? O que você acha, leitor? Soube, alias, que, na assembleia de 04/10, os termos de que o E-MAIL AO DIRETOR GERAL E AO SINDICATO trata foram substituídos por “DENÚNCIAS SEM PROVA”… “Sem prova“? Então, o RELATÓRIO DE AUDITORIA OFICIAL é falso?RELATÓRIO DA AUDITORIA

Pergunta: como essas denúncias (escritas e assinadas) ainda não foram parar na Justiça?

Soube, também, que a multa aplicada pela Receita Federal (mais de 93 mil) teria sido fruto de denúncia

  • Então, a denúncia era verdadeira? Se era, como fica o artigo 2, g do nosso estatuto:

Art.2º Constituem finalidades precípuas do Sindicato:
g) defender a legalidade e a moralidade na administração pública, colaborando com órgãos fiscalizadores do estado e da sociedade civil, em defesa da categoria profissional, dos trabalhadores e da sociedade;

  • É verdade, também, que o clube foi forçado a adquirir  a maquininha de cupom fiscal a que todos os que comercializam estão legalmente obrigados? Se não tinha máquina, como recolhia o imposto e se comprovava a receita?

VTUTELA, BLEFE, FERVIDOR2eja mais em: É NA PRESSÃO ou ME ENGANARAM?, MAIS PREJUÍZO: R$ 93.598,70. ATÉ QUANDO?,  VOCÊ É SOCIALISTA? TEM CERTEZA? Quer ajuda dos universitários?), TEMPERATURA MÁXIMA!!, ILUSÕES PERDIDAS; AÇÃO JUDICIAL? ANTES DO INQUÉRTO?, O ZIGUE ZAGUE DOS NÚMEROS e O ZIGUE-ZAGUE DAS PALAVRAS.

Se é assim e se o salto alto da categoria (veja o artigo de Grace Bulcão e as questões que Cris Gomes enviou ao Sindjufe-ba, no post CHOQUEI!!! O QUE ESTAMOS COMEMORANDO EM TÃO ALTO ESTILO?) ainda não pode contar  com o PCS antes “garantido”…

pcs 100%, maravilhoso

… de que se rir tanto?

  CONGRESSO X ESQUERDISMO DE BUTIQUE

 Eco escritos morais(ato ético) é aquilo que seria justo fazer; aquilo que não se deveria fazer; e aquilo que não se pode fazer em nenhuma hipótese…

(ECO, Umberto. CINCO ESCRITOS MORAIS (tradução de Eliana Aguiar), 4ª edição, Rio de Janeiro, Record, 2000, fl. 7)

Conforme decisão da comissão que foi criada em assembleia geral, fica definido o prazo até o dia 17 de novembro, às 18h, para os associados encaminharem ao sindicato, através do e-mail sindjufeba@sindjufeba.org.br, proposta de sugestão de pauta para apreciação e deliberação da comissão referida. As inscrições para o evento já estão disponíveis no nosso site e deverá haver o pagamento de uma taxa simbólica de R$20,00 (vinte reais), para participação, devendo o valor ser depositado na conta corrente de número do sindicato 104.930-5, do Banco do Brasil, da Agência 3832-6.

Salvador, 28 de outubro de 2010

…, I Coordenador Geral”

http://www.sindjufeba.org.br/Noticias.aspx?id=768

Veja só: somem quase 600 mil comprovados; deixa-se multar em mais de 93mil; torram-se quase 60mil num dia de TV; banca-se um comes&bebe&dança para poucos, na Just One (simplesmente a  nº1) fervidor jornale … cobra-se para que a categoria que paga todas as festas participe do seu congresso! Não é muito? Não é engraçado?

Galera, não é o CONGRESSO o órgão máximo de deliberação da entidade, segundo o estatuto (art. 37)Qual foi a taxa simbólica per capta na Just 1? Qual  a intenção dessa cobrança?  Aumentar o número de cadeiras vazias?  No post UM E-MAIL INTERESSANTE… e UMA RESPOSTA (Elisa Fortes, Ednice Cruz e Maria do Carmo Sales),  você terá uma ideia clara, leitor)? Pergunta básica: se não se tem dinheiro para o congresso, como teve para a  Just One? Galera bem “socialista“, né? Parabéns, servidor!

Ah, sim, por que não se deu às fotos desse evento o destaque que sempre se deu às de nossas manifestações públicas? Por que tanto cuidado? O que se receia?

Obs: quem não viu (clicava-se – não se clica mais – em “PARABÉNS SERVIDOR e, após a informação de uma “…comemoração com muita alegria…”, uma letra bem miudinha dizia “veja as fotos do evento) pode ver agora:  http://www.sindjufeba.org.br/Noticias.aspx?id=767

Mais uma vez, Parabéns, servidor!

PS1: …os burocratas raramente admitem erros ou desistem do poder   (S. Landes, David. A RIQUEZA E A POBREZA DAS NAÇÕES – por que algumas são tão ricas e outras tão pobres), Editora Campus, 1998, fl.424)

 Atenção: constava do post TEMPERATURA MÁXIMA!! a seguinte informação:

“AVISO IMPORTANTE: o funcionário do sindicato Jean  procurou este editor durante a assembléia acima e falou de um esclarecimento que ele e outros colegas seus citados na AUDITORIA gostariam de fazer neste blog. Infelizmente, até o momento eles não se pronunciaram. Mas, como a falha foi nossa, façamos logo o registro:

NENHUM DOS FUNCIONÁRIOS QUE PERMANECERAM NO SINDICATO TEM QUALQUER ENVOLVIMENTO COM O DESVIO, segundo a própria auditoria. Eles apenas tiveram os seus nomes usados.

IMPORTANTE:

    • nenhum dos funcionários citados no Relatório da Auditoria fez CONTATO ESCRITO (um e-mail, por exemplo),  com esta página ou seu responsável,  apesar de o próprio Jean ter sido pessoalmente RELEMBRADO da necessidade de fazê-lo;
    • a releitura do referido relatório deu margens para afirmar, apenas, que houve funcionários envolvidos e não, cabendo à autoridade que apura o caso esclarecer.
Anúncios
Esse post foi publicado em e-mail sindjufe, machadodeachismo. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s